Central de Atendimento 54 3511.1664  |  24 Horas  |  vendas@unimed-as.com.br

Você está em Blog > Notícias > Hérnia de disco lombar

Hérnia de disco lombar

01/04/2015 | Notícias

Estudos epidemiológicos demostraram que 80% das pessoas apresentarão alguma queixa relacionada à coluna lombar em algum momento da vida. A história natural é a resolução da sintomatologia na grande maioria dos pacientes.

Cerca de 2% destes indivíduos evoluem com ciatalgia (dor lombar que irradia para as pernas), em razão do transtorno degenerativo do disco intervertebral. Caracteristicamente, este processo ocorre no homem ou na mulher - sem diferenças entre sexos – normalmente em  torno de 35 anos de idade. A base anatomopatológica da degeneração do disco intervertebral envolve a diminuição da porcentagem de água, proteoglicanos,  da resistência do ânulo fibroso e do núcleo pulposo. O rompimento do ânulo fibroso do disco vertebral, leva a formação da hérnia lombar. Estes fenômenos acontecem por diversas razões tais como genética, ocupação social, idade, diabetes, obesidade...

  O processo inflamatório e o fragmento do disco intervertebral  encomodam à raiz nervosa lombar, resultando em lombociatalgia, que  piora ao sentar ou flexionar o tronco ou mesmo após tossir, também pode acompanhar formigamento das pernas e fraqueza muscular.

O diagnóstico baseia-se na sintomatologia e no exame físico apropriado, exames complementares auxiliam como radiografia e ressonância magnética.

Tratamento inicialmente é realizado com medicamentos analgésicos,  anti-inflamatórios e relaxantes musculares, fisioterapia e quiropraxia também podem auxiliar dando bons resultados.

Cirurgia é indicada quando não há melhora com os tratamentos anteriores ou quando há lesão da raiz nervosa (perda de força e dos reflexos).

Compartilhe com os amigos!

Administração:
Rua XV de Novembro, 556, Centro
Fone/Fax: (54) 3511-1664

Clínica Ambulatorial e Cirúrgica:
Borges de Medeiros, 2340
Fone/Fax: (54) 3511-1664

Vacaria/RS

 

desenvolvimento Six interfaces